Somos o primeiro coworking
e hub de inovação da Baixada Fluminense

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Illum, fuga, consectetur sequi consequuntur nisi placeat ullam maiores perferendis. Quod, nihil reiciendis saepe optio libero minus et beatae ipsam reprehenderit sequi.

Conheça nossos serviços e estruturas Fale agora conosco

Our Services

Lovely Design

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Praesent feugiat tellus eget libero pretium, sollicitudin feugiat libero.

Read More

Great Concept

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Praesent feugiat tellus eget libero pretium, sollicitudin feugiat libero.

Read More

Development

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Praesent feugiat tellus eget libero pretium, sollicitudin feugiat libero.

Read More

User Friendly

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Praesent feugiat tellus eget libero pretium, sollicitudin feugiat libero.

Read More

Recent Work

sábado, 10 de março de 2018

Aula gratuita de robótica em Nilópolis

Aula gratuita de robótica em Nilópolis

A 1° aula do curso de robótica aconteceu gratuitamente neste sábado, dia 10, no Colaboração.Space, o primeiro coworking da Baixada Fluminense. Crianças a partir de 5 anos de idade já saíram do encontro com as próprias criações.

As primeiras experiências de robótica foram feitas no Colaboração.Space, em Nilópolis. FOTO: Colaboração.Space


Navio de guerras, carros, máquinas, aviões, brinquedos, dinossauros e formas geométricas tudo isso construído pelas participantes com a orientação dos professores de robótica utilizando o conceito de alavanca e acoplamento de engrenagens e polias (engrenagem lisa).

O Henrique, de 8 anos, criou um balão bem colorido. “Para voar pelo céu com um monte de colegas dentro”, comentou orgulhoso, mas logo desconstruiu a criação para fazer um círculo “bem grandão”. Já o Miguel que tem apenas 6, fez uma varinha do Harry Potter: “vou transformar tudo”, ressaltou enquanto corria no espaço com os outros participantes. Já o João, de 6, transformou as peças de montar em um grande navio.

Navio de guerra baseado em um modelo gráfico em um espaço engajado com as novas tecnologias, as crianças aprenderam conceitos de ciências e matemática. FOTO: Colaboração.Space

A melhor parte da aula é justamente o momento em que as crianças do nível fundamental – de 6 a 12 anos – têm a liberdade de criar o que elas quiserem de acordo com que aprenderam no primeiro momento da aula. “O objetivo da robótica em cada fase é inserir neles os conceitos de física, matemática, equilíbrio, massa, peso e força. Já da montagem mecânica é familiarizá-los com essas ideias despertando o interesse pelas ciências, além de desenvolver competências como raciocínio lógico, criatividade, foco, liderança, capacidade de trabalhar em equipe e concentração”, explica o professor Renato Santos, da empresa de tecnologia voltada para educação TechMinds que é parceira do Colaboração.Space.

Para os pré-adolescentes e adultos, o curso envolve conceitos de eletrônica, elétrica e automação. Além dos conhecimentos bem atuais das mais recentes e tão faladas tecnologias como Realidade Virtual (VR), Realidade Aumentada (AR), Internet das Coisas (IoT), Programação, Cultura Maker (Faça você mesmo), Inteligência artificial (AI), Drones e Wearables (Gadgets “vestíveis”), o público participante consegue adquirir capacidades técnicas como habilidade de organização, de análise e decisão. A coordenação psíquica e motora e melhora no relacionamento interpessoal também ficam evidentes durante a participação das aulas.

Quem tiver interesse nas aulas pode entrar em contato com o Colaboração.Space pela site: http://colaboracao.space/ ou por e-mail contato@colaboracao.space.

Para ter acesso a imagens para ilustrar o conteúdo jornalistico, ACESSE AQUI. Crédito obrigatório

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular.

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.




Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.



Detalhe das estações de trablaho. Foto: Divulgação - Colaboração.Space


Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020
www.colaboracao.space
Facebook: Colaboração.Space
Instagram: Colab.Space

URL para indicação a esse conteúdo: http://bit.ly/2tw0xlt

Texto: Raquel Rocha

Fotografia: Raquel Rocha e Juan Medeiros

terça-feira, 6 de março de 2018

Pesquisa mapeia negócios promissores para 2018

Pesquisa mapeia negócios promissores para 2018

Fornecimento de marmitas, serviços para idosos ou atividades de estética. Os negócios no ramo de alimentação, saúde e serviços pessoais serão as apostas de novos empreendedores para 2018. Estudo elaborado pelo Sebrae, com base no perfil de novas empresas em anos anteriores, no comportamento da economia nacional e no mercado externo, revelou que os empreendimentos que promovem saúde, inovam na oferta de alimentos e oferecem serviços ligados à beleza pessoal estão entre as atividades mais prósperas para este ano.




“Os recentes resultados de geração de emprego comprovam que economia dá sinais de recuperação. Com isso, aumenta também o poder de compra dos brasileiros, que voltam a consumir alimentação fora de casa, retomam o ritmo de cuidados pessoais e conseguem investir na saúde. Os novos negócios são reflexo direto desse cenário”, analisa o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.

Para mapear os negócios promissores de 2018, o Sebrae analisou os segmentos com maior taxa de expansão nos últimos anos, pois sinalizam a existência de uma maior demanda do mercado consumidor. Entre 2013 e 2017, o serviço ambulante de alimentação e o fornecimento de alimentos preparados para consumo das famílias cresceram 24% ao ano, por exemplo.

Outro setor que deve atrair novas empresas em 2018 é a construção, com destaque para atividades de pequenas reformas, instalação e manutenção elétrica e serviços de pintura. Nos últimos cinco anos, o registro de novas empresas que oferecem serviço de obras de alvenaria aumentou 36% ao ano.

Confira a lista das atividades mais promissoras para 2018:

- Alimentos e bebidas: lanchonetes, casas de chá, de sucos, comércio de alimentos, fornecimento de alimentos preparados, bares, restaurantes, comércio de bebidas e fabricação de produtos de padaria e confeitaria;

- Vestuário e calçados: confecção de roupas, confecção sob medida, comércio de vestuário e calçados;

- Construção: Pequenas reformas, instalação e manutenção elétrica, serralheria, comércio de material de construção e serviços de pintura;

- Saúde: Venda de planos de previdência complementar e de saúde, atividades de condicionamento físico, serviço de diagnóstico por imagem, atividades de fisioterapia, atividade médica ambulatorial, ensino de esportes, instituições para idosos e serviços veterinários;

- Educação: serviços de educação infantil, treinamento profissional/gerencial, transporte escolar, ensino de esportes;

- Serviços pessoais: cabeleireiros, manicure e pedicure, atividades de estética e beleza, comércio de cosméticos;

- Serviços especializados: Transporte de carga, serviço de taxi, lavagem/lubrificação/polimento de veículos, lanternagem e pintura de veículos, serviço de entrega rápida, produção de fotografia e serviços de contabilidade;

- Vendas: marketing direto, promoção de vendas, representação comercial, fabricação de letreiros;

- Comunicação/Computação: serviço de comunicação/multimídia, desenvolvimento de softwares, portais/provedores de conteúdo e outros serviços de internet.

- Informática: comércio de equipamentos de informática

- Entretenimento: casas de festas e eventos, organização de feiras, congressos, exposições e festas

- Lojas de conveniência

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular. 

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.




Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.

Detalhe das estações de trablaho. Foto: Divulgação - Colaboração.Space


Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020



Com informações da Agência Sebrae de Notícias e acrescidas de dados institucionais

Pequenos negócios lideram geração de empregos no início de 2018

Pequenos negócios lideram geração de empregos no início de 2018

Depois de fechar 2017 como as grandes geradoras do emprego formal, com um saldo de 330 mil novas vagas geradas ao longo do ano, as micro e pequenas empresas brasileiras iniciaram 2018 repetindo o desempenho positivo no mercado de trabalho. 



Em janeiro, os pequenos negócios brasileiros foram responsáveis pela geração de 82,5 mil empregos com carteira assinada. No mesmo período, as médias e grandes empresas fecharam quase 4 mil vagas. Os dados são do levantamento mensal realizado pelo Sebrae, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), fornecido pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

“2018 tende a ser um ano de recuperação mais acentuada da economia e essa sinalização aparece antes na micro e pequena empresa. É o pequeno negócio que segura o emprego em momentos de crise e é também quem começa a contratar quando a situação financeira demonstra melhorias. Mesmo endividados, os empresários de micro e pequena empresa continuam investindo na mão de obra formal, confiantes na recuperação maior da economia, no aumento das vendas e na regularização de suas dívidas”, analisa o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.

Em comparação com o saldo de empregos gerados pelos pequenos negócios em janeiro do ano passado, o levantamento do Sebrae verificou um aumento de 100% na quantidade de vagas geradas. Na época, as micro e pequenas empresas registraram o saldo líquido (número de admissões, menos o número de desligamentos) de 41 mil postos de trabalho.

A análise por segmento apontou o setor de Serviços na liderança da geração líquida de empregos em janeiro deste ano, com a criação de 45,5 mil novas vagas. Os pequenos negócios da Indústria de Transformação apareceram em segundo, respondendo pela geração de 32,3 mil novos postos de trabalho. No setor de Serviços, puxaram a geração de emprego as micro e pequenas empresas do ramo imobiliário (22,2 mil vagas). Na Indústria, o destaque foi verificado nos segmentos de Calçados (7 mil postos) e Têxtil (5 mil empregos).

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular. 

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.




Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.

Detalhe das estações de trablaho. Foto: Divulgação - Colaboração.Space


Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020



Com informações da Agência Sebrae de Notícias e acrescidas de dados institucionais

segunda-feira, 5 de março de 2018

Empreendedorismo feminino cresce 34% em 14 anos

Empreendedorismo feminino cresce 34% em 14 anos

Cada vez mais mulheres têm se lançado como empreendedoras no País. O caminho do negócio próprio é uma das alternativas para aumentar a rendimento ou até mesmo tornar a atividade como principal fonte de renda. Nos últimos quatorze anos, o número de empresárias subiu 34%, segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Em 2014, o País tinha 7,9 milhões de empresárias.

No Brasil já são mais de 8 milhões de mulheres empresárias. Foto: Pexels / Tran Mau Tri Tam

Um levantamento da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), que é a principal pesquisadora de empreendedorismo do mundo, aponta que, em 2014, 51,2% dos empreendedores que iniciam negócios são mulheres, o que contribui para o aumento da autonomia financeira das mulheres.

Além disso, a renda obtida pelas mulheres tem ganhado cada vez mais importância no orçamento familiar. Isso porque quatro em cada dez lares brasileiros são chefiados por mulheres, conforme dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicíios (PNAD). Dessas, 41% são donas de negócios próprios.

A estimativa do Sebrae é de o que o faturamento de 75% das empreendedoras chegue a R$ 24 mil por ano. Elas já ocupam 43,2% dos cargos de gerência nessas micro e pequenas empresas.

Um levantamento do Sebrae traçou o perfil das empresárias, que são sobretudo jovens: 40% delas são mulheres com menos de 34 anos que estão concentradas principalmente em quatro áreas de atuação: restaurantes (16%), serviços domésticos (16%), cabeleireiros (13%) e comércio de cosméticos (9%). A maior parte empreendem dentro de casa (35%).

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular. 

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.




Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.

Detalhe das estações de trablaho. Foto: Divulgação - Colaboração.Space


Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020



Com informações da Agência Brasil, Agência Sebrae de Notícias e acrescidas de dados institucionais

domingo, 4 de março de 2018

Coworking: um novo conceito de trabalho na Baixada Fluminense

Coworking: um novo conceito de trabalho na Baixada Fluminense

Transformar a cidade de Nilópolis em uma cidade inteligente, com inovação, tecnologia e internet das coisas trazendo benefícios a população através de financiamento de instituições privadas.

O Colaboração.Space* é um espaço de coworking localizado em Nilópolis fundado por um empreendedor natural da Ilha do Governador. “Tinha uma vontade de impactar o maior número de pessoas com educação empreendedora, e dar oportunidades de negócios aos pequenos empreendedores, pesquisei que Nilópolis possui o melhor IDH da Baixada ocupando o 9° lugar do RJ. Além de uma economia tradicional altamente impactante e de demanda reprimida para inovação e empreendedorismo”, explica Juan Medeiros.

Nilópolis, no Rio de Janeiro, é a sede do Colaboração.Space

O espaço inaugurado em novembro de 2017 já é o local de trabalho* de empreendedores da região além de realizar eventos, aulas onlines e presenciais sobre diversos assuntos como: carreira, tecnologia, games, patentes, entre outros temas ligados a inovação e educação.

Um dos objetivos do Colaboração.Space é desenvolver no próximo semestre o maior evento de cidades inteligentes da Baixada Fluminense. E até o começo de 2019 inaugurar o primeiro Centro de Inovação e Tecnologia da Baixada Fluminense com patrocínios de grandes instituições privadas. Os planos não param, Juan pretende até 2021 ser o maior hub de inovação e tecnologia para empreendedores de regiões periféricas se tornando a maior referencia a nível nacional.

Mulher maravilha: o Colaboração.Space está liberado

Mulher maravilha: o Colaboração.Space está liberado

No dia internacional da Mulher, o 1° coworking da Baixada Fluminense que fica em Nilópolis abrirá as portas gratuitamente para empoderar mulheres, proporcionar prestação de serviços e treinamentos, além de estreitar relacionamentos entre empreendedoras.



Profissional, mãe, esposa, dona de casa, policial, eletricista ou o que ela quiser ser. Não importa a ocupação, as mulheres merecem um dia especial para chamar de Delas. Nessa vibe, o Colaboração.Space está de portas abertas no próximo dia 8/3, quinta-feira, de 9h às 18h, para receber quem procura serviços de qualidade, produtos diferenciados e novidades.

Para se inscrever, basta acessar o Colaboração.Space no Facebook (CLIQUE AQUI) e marcar presença no evento Dia Internacional da Mulher, clicar em Cadastrar-se e por o seu e-mail.

Já para participar das oficinas nas salas de treinamento de Nilópolis é recomendado que se chegue 10 minutos antes do início do encontro já que as vagas nas salas são limitadas. O público inscrito participará de distribuição de brindes e doces artesanais. #VoaproSpace!

Confira a programação totalmente gratuita:

09h às 11h - Kátia Lopez - Oficina de Automaquiagem Mary Kay
10h às 16h - Simone Mello - Fisioterapia: Gancho, auriculoterapia, orientação postural, técnicas para respiração para combate a ansiedade
11h às 12h - Suzana Diks - Terapia Mindfulness e jogos teatrais
12h às 13h - Vivian Pimentel - Palestra “Doces para aumentar a renda”
12h às 13h - Rafael Soutelinho - Noções de Defesa Pessoal
13h às 14h - Henrique Silva - Oficina de crochê
14h às 15h - Kétrin Cordova - Palestra “Alimentação x emoção”
15h às 16h - Fabiana Laurentino - Palestra “Pílulas de motivação”
16h às 17h - Cláudia Brício - Quick Massage
16h às 17h - Grazy Pacheco - Palestra "Estilo pessoal e aparência: qual a mensagem que você está passando?"
17h às 18h - Tamy Mattos - Workshop "Organização do quarto”

Serviço:

Data: 8/3, quinta-feira, de 9h às 18h
Inscrições: http://bit.ly/2FXjhNd
Endereço: Colaboração.Space
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis
Tel: (21) 3039-3840

Our Blog

55 Cups
Average weekly coffee drank
9000 Lines
Average weekly lines of code
400 Customers
Average yearly happy clients

Nossa equipe

Tim Malkovic
CEO
David Bell
Creative Designer
Eve Stinger
Sales Manager
Will Peters
Developer

Contato

Fale conosco

Use as informações e números aqui aprensentados para falar e contatar o Colaboração.Space

Endereço:

Av. Carmela Dutra, 1880 - 3º andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020

Expediente e Atendimento:

Segunda a Sexta das 9h to 19h

Telefone:

(21) 3039-3840

A 1° aula do curso de robótica aconteceu gratuitamente neste sábado, dia 10, no Colaboração.Space, o primeiro coworking da Baixada Fluminense. Crianças a partir de 5 anos de idade já saíram do encontro com as próprias criações.

As primeiras experiências de robótica foram feitas no Colaboração.Space, em Nilópolis. FOTO: Colaboração.Space


Navio de guerras, carros, máquinas, aviões, brinquedos, dinossauros e formas geométricas tudo isso construído pelas participantes com a orientação dos professores de robótica utilizando o conceito de alavanca e acoplamento de engrenagens e polias (engrenagem lisa).

O Henrique, de 8 anos, criou um balão bem colorido. “Para voar pelo céu com um monte de colegas dentro”, comentou orgulhoso, mas logo desconstruiu a criação para fazer um círculo “bem grandão”. Já o Miguel que tem apenas 6, fez uma varinha do Harry Potter: “vou transformar tudo”, ressaltou enquanto corria no espaço com os outros participantes. Já o João, de 6, transformou as peças de montar em um grande navio.

Navio de guerra baseado em um modelo gráfico em um espaço engajado com as novas tecnologias, as crianças aprenderam conceitos de ciências e matemática. FOTO: Colaboração.Space

A melhor parte da aula é justamente o momento em que as crianças do nível fundamental – de 6 a 12 anos – têm a liberdade de criar o que elas quiserem de acordo com que aprenderam no primeiro momento da aula. “O objetivo da robótica em cada fase é inserir neles os conceitos de física, matemática, equilíbrio, massa, peso e força. Já da montagem mecânica é familiarizá-los com essas ideias despertando o interesse pelas ciências, além de desenvolver competências como raciocínio lógico, criatividade, foco, liderança, capacidade de trabalhar em equipe e concentração”, explica o professor Renato Santos, da empresa de tecnologia voltada para educação TechMinds que é parceira do Colaboração.Space.

Para os pré-adolescentes e adultos, o curso envolve conceitos de eletrônica, elétrica e automação. Além dos conhecimentos bem atuais das mais recentes e tão faladas tecnologias como Realidade Virtual (VR), Realidade Aumentada (AR), Internet das Coisas (IoT), Programação, Cultura Maker (Faça você mesmo), Inteligência artificial (AI), Drones e Wearables (Gadgets “vestíveis”), o público participante consegue adquirir capacidades técnicas como habilidade de organização, de análise e decisão. A coordenação psíquica e motora e melhora no relacionamento interpessoal também ficam evidentes durante a participação das aulas.

Quem tiver interesse nas aulas pode entrar em contato com o Colaboração.Space pela site: http://colaboracao.space/ ou por e-mail contato@colaboracao.space.

Para ter acesso a imagens para ilustrar o conteúdo jornalistico, ACESSE AQUI. Crédito obrigatório

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular.

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.




Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.



Detalhe das estações de trablaho. Foto: Divulgação - Colaboração.Space


Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020
www.colaboracao.space
Facebook: Colaboração.Space
Instagram: Colab.Space

URL para indicação a esse conteúdo: http://bit.ly/2tw0xlt

Texto: Raquel Rocha

Fotografia: Raquel Rocha e Juan Medeiros
Fornecimento de marmitas, serviços para idosos ou atividades de estética. Os negócios no ramo de alimentação, saúde e serviços pessoais serão as apostas de novos empreendedores para 2018. Estudo elaborado pelo Sebrae, com base no perfil de novas empresas em anos anteriores, no comportamento da economia nacional e no mercado externo, revelou que os empreendimentos que promovem saúde, inovam na oferta de alimentos e oferecem serviços ligados à beleza pessoal estão entre as atividades mais prósperas para este ano.




“Os recentes resultados de geração de emprego comprovam que economia dá sinais de recuperação. Com isso, aumenta também o poder de compra dos brasileiros, que voltam a consumir alimentação fora de casa, retomam o ritmo de cuidados pessoais e conseguem investir na saúde. Os novos negócios são reflexo direto desse cenário”, analisa o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.

Para mapear os negócios promissores de 2018, o Sebrae analisou os segmentos com maior taxa de expansão nos últimos anos, pois sinalizam a existência de uma maior demanda do mercado consumidor. Entre 2013 e 2017, o serviço ambulante de alimentação e o fornecimento de alimentos preparados para consumo das famílias cresceram 24% ao ano, por exemplo.

Outro setor que deve atrair novas empresas em 2018 é a construção, com destaque para atividades de pequenas reformas, instalação e manutenção elétrica e serviços de pintura. Nos últimos cinco anos, o registro de novas empresas que oferecem serviço de obras de alvenaria aumentou 36% ao ano.

Confira a lista das atividades mais promissoras para 2018:

- Alimentos e bebidas: lanchonetes, casas de chá, de sucos, comércio de alimentos, fornecimento de alimentos preparados, bares, restaurantes, comércio de bebidas e fabricação de produtos de padaria e confeitaria;

- Vestuário e calçados: confecção de roupas, confecção sob medida, comércio de vestuário e calçados;

- Construção: Pequenas reformas, instalação e manutenção elétrica, serralheria, comércio de material de construção e serviços de pintura;

- Saúde: Venda de planos de previdência complementar e de saúde, atividades de condicionamento físico, serviço de diagnóstico por imagem, atividades de fisioterapia, atividade médica ambulatorial, ensino de esportes, instituições para idosos e serviços veterinários;

- Educação: serviços de educação infantil, treinamento profissional/gerencial, transporte escolar, ensino de esportes;

- Serviços pessoais: cabeleireiros, manicure e pedicure, atividades de estética e beleza, comércio de cosméticos;

- Serviços especializados: Transporte de carga, serviço de taxi, lavagem/lubrificação/polimento de veículos, lanternagem e pintura de veículos, serviço de entrega rápida, produção de fotografia e serviços de contabilidade;

- Vendas: marketing direto, promoção de vendas, representação comercial, fabricação de letreiros;

- Comunicação/Computação: serviço de comunicação/multimídia, desenvolvimento de softwares, portais/provedores de conteúdo e outros serviços de internet.

- Informática: comércio de equipamentos de informática

- Entretenimento: casas de festas e eventos, organização de feiras, congressos, exposições e festas

- Lojas de conveniência

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular. 

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.




Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.

Detalhe das estações de trablaho. Foto: Divulgação - Colaboração.Space


Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020



Com informações da Agência Sebrae de Notícias e acrescidas de dados institucionais

Depois de fechar 2017 como as grandes geradoras do emprego formal, com um saldo de 330 mil novas vagas geradas ao longo do ano, as micro e pequenas empresas brasileiras iniciaram 2018 repetindo o desempenho positivo no mercado de trabalho. 



Em janeiro, os pequenos negócios brasileiros foram responsáveis pela geração de 82,5 mil empregos com carteira assinada. No mesmo período, as médias e grandes empresas fecharam quase 4 mil vagas. Os dados são do levantamento mensal realizado pelo Sebrae, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), fornecido pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

“2018 tende a ser um ano de recuperação mais acentuada da economia e essa sinalização aparece antes na micro e pequena empresa. É o pequeno negócio que segura o emprego em momentos de crise e é também quem começa a contratar quando a situação financeira demonstra melhorias. Mesmo endividados, os empresários de micro e pequena empresa continuam investindo na mão de obra formal, confiantes na recuperação maior da economia, no aumento das vendas e na regularização de suas dívidas”, analisa o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.

Em comparação com o saldo de empregos gerados pelos pequenos negócios em janeiro do ano passado, o levantamento do Sebrae verificou um aumento de 100% na quantidade de vagas geradas. Na época, as micro e pequenas empresas registraram o saldo líquido (número de admissões, menos o número de desligamentos) de 41 mil postos de trabalho.

A análise por segmento apontou o setor de Serviços na liderança da geração líquida de empregos em janeiro deste ano, com a criação de 45,5 mil novas vagas. Os pequenos negócios da Indústria de Transformação apareceram em segundo, respondendo pela geração de 32,3 mil novos postos de trabalho. No setor de Serviços, puxaram a geração de emprego as micro e pequenas empresas do ramo imobiliário (22,2 mil vagas). Na Indústria, o destaque foi verificado nos segmentos de Calçados (7 mil postos) e Têxtil (5 mil empregos).

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular. 

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.




Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.

Detalhe das estações de trablaho. Foto: Divulgação - Colaboração.Space


Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020



Com informações da Agência Sebrae de Notícias e acrescidas de dados institucionais

Cada vez mais mulheres têm se lançado como empreendedoras no País. O caminho do negócio próprio é uma das alternativas para aumentar a rendimento ou até mesmo tornar a atividade como principal fonte de renda. Nos últimos quatorze anos, o número de empresárias subiu 34%, segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Em 2014, o País tinha 7,9 milhões de empresárias.

No Brasil já são mais de 8 milhões de mulheres empresárias. Foto: Pexels / Tran Mau Tri Tam

Um levantamento da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), que é a principal pesquisadora de empreendedorismo do mundo, aponta que, em 2014, 51,2% dos empreendedores que iniciam negócios são mulheres, o que contribui para o aumento da autonomia financeira das mulheres.

Além disso, a renda obtida pelas mulheres tem ganhado cada vez mais importância no orçamento familiar. Isso porque quatro em cada dez lares brasileiros são chefiados por mulheres, conforme dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicíios (PNAD). Dessas, 41% são donas de negócios próprios.

A estimativa do Sebrae é de o que o faturamento de 75% das empreendedoras chegue a R$ 24 mil por ano. Elas já ocupam 43,2% dos cargos de gerência nessas micro e pequenas empresas.

Um levantamento do Sebrae traçou o perfil das empresárias, que são sobretudo jovens: 40% delas são mulheres com menos de 34 anos que estão concentradas principalmente em quatro áreas de atuação: restaurantes (16%), serviços domésticos (16%), cabeleireiros (13%) e comércio de cosméticos (9%). A maior parte empreendem dentro de casa (35%).

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular. 

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.




Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.

Detalhe das estações de trablaho. Foto: Divulgação - Colaboração.Space


Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020



Com informações da Agência Brasil, Agência Sebrae de Notícias e acrescidas de dados institucionais

Transformar a cidade de Nilópolis em uma cidade inteligente, com inovação, tecnologia e internet das coisas trazendo benefícios a população através de financiamento de instituições privadas.

O Colaboração.Space* é um espaço de coworking localizado em Nilópolis fundado por um empreendedor natural da Ilha do Governador. “Tinha uma vontade de impactar o maior número de pessoas com educação empreendedora, e dar oportunidades de negócios aos pequenos empreendedores, pesquisei que Nilópolis possui o melhor IDH da Baixada ocupando o 9° lugar do RJ. Além de uma economia tradicional altamente impactante e de demanda reprimida para inovação e empreendedorismo”, explica Juan Medeiros.

Nilópolis, no Rio de Janeiro, é a sede do Colaboração.Space

O espaço inaugurado em novembro de 2017 já é o local de trabalho* de empreendedores da região além de realizar eventos, aulas onlines e presenciais sobre diversos assuntos como: carreira, tecnologia, games, patentes, entre outros temas ligados a inovação e educação.

Um dos objetivos do Colaboração.Space é desenvolver no próximo semestre o maior evento de cidades inteligentes da Baixada Fluminense. E até o começo de 2019 inaugurar o primeiro Centro de Inovação e Tecnologia da Baixada Fluminense com patrocínios de grandes instituições privadas. Os planos não param, Juan pretende até 2021 ser o maior hub de inovação e tecnologia para empreendedores de regiões periféricas se tornando a maior referencia a nível nacional.
No dia internacional da Mulher, o 1° coworking da Baixada Fluminense que fica em Nilópolis abrirá as portas gratuitamente para empoderar mulheres, proporcionar prestação de serviços e treinamentos, além de estreitar relacionamentos entre empreendedoras.



Profissional, mãe, esposa, dona de casa, policial, eletricista ou o que ela quiser ser. Não importa a ocupação, as mulheres merecem um dia especial para chamar de Delas. Nessa vibe, o Colaboração.Space está de portas abertas no próximo dia 8/3, quinta-feira, de 9h às 18h, para receber quem procura serviços de qualidade, produtos diferenciados e novidades.

Para se inscrever, basta acessar o Colaboração.Space no Facebook (CLIQUE AQUI) e marcar presença no evento Dia Internacional da Mulher, clicar em Cadastrar-se e por o seu e-mail.

Já para participar das oficinas nas salas de treinamento de Nilópolis é recomendado que se chegue 10 minutos antes do início do encontro já que as vagas nas salas são limitadas. O público inscrito participará de distribuição de brindes e doces artesanais. #VoaproSpace!

Confira a programação totalmente gratuita:

09h às 11h - Kátia Lopez - Oficina de Automaquiagem Mary Kay
10h às 16h - Simone Mello - Fisioterapia: Gancho, auriculoterapia, orientação postural, técnicas para respiração para combate a ansiedade
11h às 12h - Suzana Diks - Terapia Mindfulness e jogos teatrais
12h às 13h - Vivian Pimentel - Palestra “Doces para aumentar a renda”
12h às 13h - Rafael Soutelinho - Noções de Defesa Pessoal
13h às 14h - Henrique Silva - Oficina de crochê
14h às 15h - Kétrin Cordova - Palestra “Alimentação x emoção”
15h às 16h - Fabiana Laurentino - Palestra “Pílulas de motivação”
16h às 17h - Cláudia Brício - Quick Massage
16h às 17h - Grazy Pacheco - Palestra "Estilo pessoal e aparência: qual a mensagem que você está passando?"
17h às 18h - Tamy Mattos - Workshop "Organização do quarto”

Serviço:

Data: 8/3, quinta-feira, de 9h às 18h
Inscrições: http://bit.ly/2FXjhNd
Endereço: Colaboração.Space
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis
Tel: (21) 3039-3840
A 1° aula do curso de robótica aconteceu gratuitamente neste sábado, dia 10, no Colaboração.Space, o primeiro coworking da Baixada Fluminense. Crianças a partir de 5 anos de idade já saíram do encontro com as próprias criações.

As primeiras experiências de robótica foram feitas no Colaboração.Space, em Nilópolis. FOTO: Colaboração.Space


Navio de guerras, carros, máquinas, aviões, brinquedos, dinossauros e formas geométricas tudo isso construído pelas participantes com a orientação dos professores de robótica utilizando o conceito de alavanca e acoplamento de engrenagens e polias (engrenagem lisa).

O Henrique, de 8 anos, criou um balão bem colorido. “Para voar pelo céu com um monte de colegas dentro”, comentou orgulhoso, mas logo desconstruiu a criação para fazer um círculo “bem grandão”. Já o Miguel que tem apenas 6, fez uma varinha do Harry Potter: “vou transformar tudo”, ressaltou enquanto corria no espaço com os outros participantes. Já o João, de 6, transformou as peças de montar em um grande navio.

Navio de guerra baseado em um modelo gráfico em um espaço engajado com as novas tecnologias, as crianças aprenderam conceitos de ciências e matemática. FOTO: Colaboração.Space

A melhor parte da aula é justamente o momento em que as crianças do nível fundamental – de 6 a 12 anos – têm a liberdade de criar o que elas quiserem de acordo com que aprenderam no primeiro momento da aula. “O objetivo da robótica em cada fase é inserir neles os conceitos de física, matemática, equilíbrio, massa, peso e força. Já da montagem mecânica é familiarizá-los com essas ideias despertando o interesse pelas ciências, além de desenvolver competências como raciocínio lógico, criatividade, foco, liderança, capacidade de trabalhar em equipe e concentração”, explica o professor Renato Santos, da empresa de tecnologia voltada para educação TechMinds que é parceira do Colaboração.Space.

Para os pré-adolescentes e adultos, o curso envolve conceitos de eletrônica, elétrica e automação. Além dos conhecimentos bem atuais das mais recentes e tão faladas tecnologias como Realidade Virtual (VR), Realidade Aumentada (AR), Internet das Coisas (IoT), Programação, Cultura Maker (Faça você mesmo), Inteligência artificial (AI), Drones e Wearables (Gadgets “vestíveis”), o público participante consegue adquirir capacidades técnicas como habilidade de organização, de análise e decisão. A coordenação psíquica e motora e melhora no relacionamento interpessoal também ficam evidentes durante a participação das aulas.

Quem tiver interesse nas aulas pode entrar em contato com o Colaboração.Space pela site: http://colaboracao.space/ ou por e-mail contato@colaboracao.space.

Para ter acesso a imagens para ilustrar o conteúdo jornalistico, ACESSE AQUI. Crédito obrigatório

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular.

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.




Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.



Detalhe das estações de trablaho. Foto: Divulgação - Colaboração.Space


Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020
www.colaboracao.space
Facebook: Colaboração.Space
Instagram: Colab.Space

URL para indicação a esse conteúdo: http://bit.ly/2tw0xlt

Texto: Raquel Rocha

Fotografia: Raquel Rocha e Juan Medeiros
Fornecimento de marmitas, serviços para idosos ou atividades de estética. Os negócios no ramo de alimentação, saúde e serviços pessoais serão as apostas de novos empreendedores para 2018. Estudo elaborado pelo Sebrae, com base no perfil de novas empresas em anos anteriores, no comportamento da economia nacional e no mercado externo, revelou que os empreendimentos que promovem saúde, inovam na oferta de alimentos e oferecem serviços ligados à beleza pessoal estão entre as atividades mais prósperas para este ano.




“Os recentes resultados de geração de emprego comprovam que economia dá sinais de recuperação. Com isso, aumenta também o poder de compra dos brasileiros, que voltam a consumir alimentação fora de casa, retomam o ritmo de cuidados pessoais e conseguem investir na saúde. Os novos negócios são reflexo direto desse cenário”, analisa o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.

Para mapear os negócios promissores de 2018, o Sebrae analisou os segmentos com maior taxa de expansão nos últimos anos, pois sinalizam a existência de uma maior demanda do mercado consumidor. Entre 2013 e 2017, o serviço ambulante de alimentação e o fornecimento de alimentos preparados para consumo das famílias cresceram 24% ao ano, por exemplo.

Outro setor que deve atrair novas empresas em 2018 é a construção, com destaque para atividades de pequenas reformas, instalação e manutenção elétrica e serviços de pintura. Nos últimos cinco anos, o registro de novas empresas que oferecem serviço de obras de alvenaria aumentou 36% ao ano.

Confira a lista das atividades mais promissoras para 2018:

- Alimentos e bebidas: lanchonetes, casas de chá, de sucos, comércio de alimentos, fornecimento de alimentos preparados, bares, restaurantes, comércio de bebidas e fabricação de produtos de padaria e confeitaria;

- Vestuário e calçados: confecção de roupas, confecção sob medida, comércio de vestuário e calçados;

- Construção: Pequenas reformas, instalação e manutenção elétrica, serralheria, comércio de material de construção e serviços de pintura;

- Saúde: Venda de planos de previdência complementar e de saúde, atividades de condicionamento físico, serviço de diagnóstico por imagem, atividades de fisioterapia, atividade médica ambulatorial, ensino de esportes, instituições para idosos e serviços veterinários;

- Educação: serviços de educação infantil, treinamento profissional/gerencial, transporte escolar, ensino de esportes;

- Serviços pessoais: cabeleireiros, manicure e pedicure, atividades de estética e beleza, comércio de cosméticos;

- Serviços especializados: Transporte de carga, serviço de taxi, lavagem/lubrificação/polimento de veículos, lanternagem e pintura de veículos, serviço de entrega rápida, produção de fotografia e serviços de contabilidade;

- Vendas: marketing direto, promoção de vendas, representação comercial, fabricação de letreiros;

- Comunicação/Computação: serviço de comunicação/multimídia, desenvolvimento de softwares, portais/provedores de conteúdo e outros serviços de internet.

- Informática: comércio de equipamentos de informática

- Entretenimento: casas de festas e eventos, organização de feiras, congressos, exposições e festas

- Lojas de conveniência

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular. 

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.




Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.

Detalhe das estações de trablaho. Foto: Divulgação - Colaboração.Space


Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020



Com informações da Agência Sebrae de Notícias e acrescidas de dados institucionais

Depois de fechar 2017 como as grandes geradoras do emprego formal, com um saldo de 330 mil novas vagas geradas ao longo do ano, as micro e pequenas empresas brasileiras iniciaram 2018 repetindo o desempenho positivo no mercado de trabalho. 



Em janeiro, os pequenos negócios brasileiros foram responsáveis pela geração de 82,5 mil empregos com carteira assinada. No mesmo período, as médias e grandes empresas fecharam quase 4 mil vagas. Os dados são do levantamento mensal realizado pelo Sebrae, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), fornecido pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

“2018 tende a ser um ano de recuperação mais acentuada da economia e essa sinalização aparece antes na micro e pequena empresa. É o pequeno negócio que segura o emprego em momentos de crise e é também quem começa a contratar quando a situação financeira demonstra melhorias. Mesmo endividados, os empresários de micro e pequena empresa continuam investindo na mão de obra formal, confiantes na recuperação maior da economia, no aumento das vendas e na regularização de suas dívidas”, analisa o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.

Em comparação com o saldo de empregos gerados pelos pequenos negócios em janeiro do ano passado, o levantamento do Sebrae verificou um aumento de 100% na quantidade de vagas geradas. Na época, as micro e pequenas empresas registraram o saldo líquido (número de admissões, menos o número de desligamentos) de 41 mil postos de trabalho.

A análise por segmento apontou o setor de Serviços na liderança da geração líquida de empregos em janeiro deste ano, com a criação de 45,5 mil novas vagas. Os pequenos negócios da Indústria de Transformação apareceram em segundo, respondendo pela geração de 32,3 mil novos postos de trabalho. No setor de Serviços, puxaram a geração de emprego as micro e pequenas empresas do ramo imobiliário (22,2 mil vagas). Na Indústria, o destaque foi verificado nos segmentos de Calçados (7 mil postos) e Têxtil (5 mil empregos).

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular. 

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.




Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.

Detalhe das estações de trablaho. Foto: Divulgação - Colaboração.Space


Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020



Com informações da Agência Sebrae de Notícias e acrescidas de dados institucionais

Cada vez mais mulheres têm se lançado como empreendedoras no País. O caminho do negócio próprio é uma das alternativas para aumentar a rendimento ou até mesmo tornar a atividade como principal fonte de renda. Nos últimos quatorze anos, o número de empresárias subiu 34%, segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Em 2014, o País tinha 7,9 milhões de empresárias.

No Brasil já são mais de 8 milhões de mulheres empresárias. Foto: Pexels / Tran Mau Tri Tam

Um levantamento da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), que é a principal pesquisadora de empreendedorismo do mundo, aponta que, em 2014, 51,2% dos empreendedores que iniciam negócios são mulheres, o que contribui para o aumento da autonomia financeira das mulheres.

Além disso, a renda obtida pelas mulheres tem ganhado cada vez mais importância no orçamento familiar. Isso porque quatro em cada dez lares brasileiros são chefiados por mulheres, conforme dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicíios (PNAD). Dessas, 41% são donas de negócios próprios.

A estimativa do Sebrae é de o que o faturamento de 75% das empreendedoras chegue a R$ 24 mil por ano. Elas já ocupam 43,2% dos cargos de gerência nessas micro e pequenas empresas.

Um levantamento do Sebrae traçou o perfil das empresárias, que são sobretudo jovens: 40% delas são mulheres com menos de 34 anos que estão concentradas principalmente em quatro áreas de atuação: restaurantes (16%), serviços domésticos (16%), cabeleireiros (13%) e comércio de cosméticos (9%). A maior parte empreendem dentro de casa (35%).

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular. 

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.




Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.

Detalhe das estações de trablaho. Foto: Divulgação - Colaboração.Space


Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020



Com informações da Agência Brasil, Agência Sebrae de Notícias e acrescidas de dados institucionais

Transformar a cidade de Nilópolis em uma cidade inteligente, com inovação, tecnologia e internet das coisas trazendo benefícios a população através de financiamento de instituições privadas.

O Colaboração.Space* é um espaço de coworking localizado em Nilópolis fundado por um empreendedor natural da Ilha do Governador. “Tinha uma vontade de impactar o maior número de pessoas com educação empreendedora, e dar oportunidades de negócios aos pequenos empreendedores, pesquisei que Nilópolis possui o melhor IDH da Baixada ocupando o 9° lugar do RJ. Além de uma economia tradicional altamente impactante e de demanda reprimida para inovação e empreendedorismo”, explica Juan Medeiros.

Nilópolis, no Rio de Janeiro, é a sede do Colaboração.Space

O espaço inaugurado em novembro de 2017 já é o local de trabalho* de empreendedores da região além de realizar eventos, aulas onlines e presenciais sobre diversos assuntos como: carreira, tecnologia, games, patentes, entre outros temas ligados a inovação e educação.

Um dos objetivos do Colaboração.Space é desenvolver no próximo semestre o maior evento de cidades inteligentes da Baixada Fluminense. E até o começo de 2019 inaugurar o primeiro Centro de Inovação e Tecnologia da Baixada Fluminense com patrocínios de grandes instituições privadas. Os planos não param, Juan pretende até 2021 ser o maior hub de inovação e tecnologia para empreendedores de regiões periféricas se tornando a maior referencia a nível nacional.
No dia internacional da Mulher, o 1° coworking da Baixada Fluminense que fica em Nilópolis abrirá as portas gratuitamente para empoderar mulheres, proporcionar prestação de serviços e treinamentos, além de estreitar relacionamentos entre empreendedoras.



Profissional, mãe, esposa, dona de casa, policial, eletricista ou o que ela quiser ser. Não importa a ocupação, as mulheres merecem um dia especial para chamar de Delas. Nessa vibe, o Colaboração.Space está de portas abertas no próximo dia 8/3, quinta-feira, de 9h às 18h, para receber quem procura serviços de qualidade, produtos diferenciados e novidades.

Para se inscrever, basta acessar o Colaboração.Space no Facebook (CLIQUE AQUI) e marcar presença no evento Dia Internacional da Mulher, clicar em Cadastrar-se e por o seu e-mail.

Já para participar das oficinas nas salas de treinamento de Nilópolis é recomendado que se chegue 10 minutos antes do início do encontro já que as vagas nas salas são limitadas. O público inscrito participará de distribuição de brindes e doces artesanais. #VoaproSpace!

Confira a programação totalmente gratuita:

09h às 11h - Kátia Lopez - Oficina de Automaquiagem Mary Kay
10h às 16h - Simone Mello - Fisioterapia: Gancho, auriculoterapia, orientação postural, técnicas para respiração para combate a ansiedade
11h às 12h - Suzana Diks - Terapia Mindfulness e jogos teatrais
12h às 13h - Vivian Pimentel - Palestra “Doces para aumentar a renda”
12h às 13h - Rafael Soutelinho - Noções de Defesa Pessoal
13h às 14h - Henrique Silva - Oficina de crochê
14h às 15h - Kétrin Cordova - Palestra “Alimentação x emoção”
15h às 16h - Fabiana Laurentino - Palestra “Pílulas de motivação”
16h às 17h - Cláudia Brício - Quick Massage
16h às 17h - Grazy Pacheco - Palestra "Estilo pessoal e aparência: qual a mensagem que você está passando?"
17h às 18h - Tamy Mattos - Workshop "Organização do quarto”

Serviço:

Data: 8/3, quinta-feira, de 9h às 18h
Inscrições: http://bit.ly/2FXjhNd
Endereço: Colaboração.Space
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis
Tel: (21) 3039-3840
A 1° aula do curso de robótica aconteceu gratuitamente neste sábado, dia 10, no Colaboração.Space, o primeiro coworking da Baixada Fluminense. Crianças a partir de 5 anos de idade já saíram do encontro com as próprias criações.

As primeiras experiências de robótica foram feitas no Colaboração.Space, em Nilópolis. FOTO: Colaboração.Space


Navio de guerras, carros, máquinas, aviões, brinquedos, dinossauros e formas geométricas tudo isso construído pelas participantes com a orientação dos professores de robótica utilizando o conceito de alavanca e acoplamento de engrenagens e polias (engrenagem lisa).

O Henrique, de 8 anos, criou um balão bem colorido. “Para voar pelo céu com um monte de colegas dentro”, comentou orgulhoso, mas logo desconstruiu a criação para fazer um círculo “bem grandão”. Já o Miguel que tem apenas 6, fez uma varinha do Harry Potter: “vou transformar tudo”, ressaltou enquanto corria no espaço com os outros participantes. Já o João, de 6, transformou as peças de montar em um grande navio.

Navio de guerra baseado em um modelo gráfico em um espaço engajado com as novas tecnologias, as crianças aprenderam conceitos de ciências e matemática. FOTO: Colaboração.Space

A melhor parte da aula é justamente o momento em que as crianças do nível fundamental – de 6 a 12 anos – têm a liberdade de criar o que elas quiserem de acordo com que aprenderam no primeiro momento da aula. “O objetivo da robótica em cada fase é inserir neles os conceitos de física, matemática, equilíbrio, massa, peso e força. Já da montagem mecânica é familiarizá-los com essas ideias despertando o interesse pelas ciências, além de desenvolver competências como raciocínio lógico, criatividade, foco, liderança, capacidade de trabalhar em equipe e concentração”, explica o professor Renato Santos, da empresa de tecnologia voltada para educação TechMinds que é parceira do Colaboração.Space.

Para os pré-adolescentes e adultos, o curso envolve conceitos de eletrônica, elétrica e automação. Além dos conhecimentos bem atuais das mais recentes e tão faladas tecnologias como Realidade Virtual (VR), Realidade Aumentada (AR), Internet das Coisas (IoT), Programação, Cultura Maker (Faça você mesmo), Inteligência artificial (AI), Drones e Wearables (Gadgets “vestíveis”), o público participante consegue adquirir capacidades técnicas como habilidade de organização, de análise e decisão. A coordenação psíquica e motora e melhora no relacionamento interpessoal também ficam evidentes durante a participação das aulas.

Quem tiver interesse nas aulas pode entrar em contato com o Colaboração.Space pela site: http://colaboracao.space/ ou por e-mail contato@colaboracao.space.

Para ter acesso a imagens para ilustrar o conteúdo jornalistico, ACESSE AQUI. Crédito obrigatório

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular.

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.




Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.



Detalhe das estações de trablaho. Foto: Divulgação - Colaboração.Space


Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020
www.colaboracao.space
Facebook: Colaboração.Space
Instagram: Colab.Space

URL para indicação a esse conteúdo: http://bit.ly/2tw0xlt

Texto: Raquel Rocha

Fotografia: Raquel Rocha e Juan Medeiros
Fornecimento de marmitas, serviços para idosos ou atividades de estética. Os negócios no ramo de alimentação, saúde e serviços pessoais serão as apostas de novos empreendedores para 2018. Estudo elaborado pelo Sebrae, com base no perfil de novas empresas em anos anteriores, no comportamento da economia nacional e no mercado externo, revelou que os empreendimentos que promovem saúde, inovam na oferta de alimentos e oferecem serviços ligados à beleza pessoal estão entre as atividades mais prósperas para este ano.




“Os recentes resultados de geração de emprego comprovam que economia dá sinais de recuperação. Com isso, aumenta também o poder de compra dos brasileiros, que voltam a consumir alimentação fora de casa, retomam o ritmo de cuidados pessoais e conseguem investir na saúde. Os novos negócios são reflexo direto desse cenário”, analisa o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.

Para mapear os negócios promissores de 2018, o Sebrae analisou os segmentos com maior taxa de expansão nos últimos anos, pois sinalizam a existência de uma maior demanda do mercado consumidor. Entre 2013 e 2017, o serviço ambulante de alimentação e o fornecimento de alimentos preparados para consumo das famílias cresceram 24% ao ano, por exemplo.

Outro setor que deve atrair novas empresas em 2018 é a construção, com destaque para atividades de pequenas reformas, instalação e manutenção elétrica e serviços de pintura. Nos últimos cinco anos, o registro de novas empresas que oferecem serviço de obras de alvenaria aumentou 36% ao ano.

Confira a lista das atividades mais promissoras para 2018:

- Alimentos e bebidas: lanchonetes, casas de chá, de sucos, comércio de alimentos, fornecimento de alimentos preparados, bares, restaurantes, comércio de bebidas e fabricação de produtos de padaria e confeitaria;

- Vestuário e calçados: confecção de roupas, confecção sob medida, comércio de vestuário e calçados;

- Construção: Pequenas reformas, instalação e manutenção elétrica, serralheria, comércio de material de construção e serviços de pintura;

- Saúde: Venda de planos de previdência complementar e de saúde, atividades de condicionamento físico, serviço de diagnóstico por imagem, atividades de fisioterapia, atividade médica ambulatorial, ensino de esportes, instituições para idosos e serviços veterinários;

- Educação: serviços de educação infantil, treinamento profissional/gerencial, transporte escolar, ensino de esportes;

- Serviços pessoais: cabeleireiros, manicure e pedicure, atividades de estética e beleza, comércio de cosméticos;

- Serviços especializados: Transporte de carga, serviço de taxi, lavagem/lubrificação/polimento de veículos, lanternagem e pintura de veículos, serviço de entrega rápida, produção de fotografia e serviços de contabilidade;

- Vendas: marketing direto, promoção de vendas, representação comercial, fabricação de letreiros;

- Comunicação/Computação: serviço de comunicação/multimídia, desenvolvimento de softwares, portais/provedores de conteúdo e outros serviços de internet.

- Informática: comércio de equipamentos de informática

- Entretenimento: casas de festas e eventos, organização de feiras, congressos, exposições e festas

- Lojas de conveniência

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular. 

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.




Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.

Detalhe das estações de trablaho. Foto: Divulgação - Colaboração.Space


Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020



Com informações da Agência Sebrae de Notícias e acrescidas de dados institucionais

Depois de fechar 2017 como as grandes geradoras do emprego formal, com um saldo de 330 mil novas vagas geradas ao longo do ano, as micro e pequenas empresas brasileiras iniciaram 2018 repetindo o desempenho positivo no mercado de trabalho. 



Em janeiro, os pequenos negócios brasileiros foram responsáveis pela geração de 82,5 mil empregos com carteira assinada. No mesmo período, as médias e grandes empresas fecharam quase 4 mil vagas. Os dados são do levantamento mensal realizado pelo Sebrae, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), fornecido pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

“2018 tende a ser um ano de recuperação mais acentuada da economia e essa sinalização aparece antes na micro e pequena empresa. É o pequeno negócio que segura o emprego em momentos de crise e é também quem começa a contratar quando a situação financeira demonstra melhorias. Mesmo endividados, os empresários de micro e pequena empresa continuam investindo na mão de obra formal, confiantes na recuperação maior da economia, no aumento das vendas e na regularização de suas dívidas”, analisa o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.

Em comparação com o saldo de empregos gerados pelos pequenos negócios em janeiro do ano passado, o levantamento do Sebrae verificou um aumento de 100% na quantidade de vagas geradas. Na época, as micro e pequenas empresas registraram o saldo líquido (número de admissões, menos o número de desligamentos) de 41 mil postos de trabalho.

A análise por segmento apontou o setor de Serviços na liderança da geração líquida de empregos em janeiro deste ano, com a criação de 45,5 mil novas vagas. Os pequenos negócios da Indústria de Transformação apareceram em segundo, respondendo pela geração de 32,3 mil novos postos de trabalho. No setor de Serviços, puxaram a geração de emprego as micro e pequenas empresas do ramo imobiliário (22,2 mil vagas). Na Indústria, o destaque foi verificado nos segmentos de Calçados (7 mil postos) e Têxtil (5 mil empregos).

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular. 

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.




Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.

Detalhe das estações de trablaho. Foto: Divulgação - Colaboração.Space


Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020



Com informações da Agência Sebrae de Notícias e acrescidas de dados institucionais

Cada vez mais mulheres têm se lançado como empreendedoras no País. O caminho do negócio próprio é uma das alternativas para aumentar a rendimento ou até mesmo tornar a atividade como principal fonte de renda. Nos últimos quatorze anos, o número de empresárias subiu 34%, segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Em 2014, o País tinha 7,9 milhões de empresárias.

No Brasil já são mais de 8 milhões de mulheres empresárias. Foto: Pexels / Tran Mau Tri Tam

Um levantamento da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), que é a principal pesquisadora de empreendedorismo do mundo, aponta que, em 2014, 51,2% dos empreendedores que iniciam negócios são mulheres, o que contribui para o aumento da autonomia financeira das mulheres.

Além disso, a renda obtida pelas mulheres tem ganhado cada vez mais importância no orçamento familiar. Isso porque quatro em cada dez lares brasileiros são chefiados por mulheres, conforme dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicíios (PNAD). Dessas, 41% são donas de negócios próprios.

A estimativa do Sebrae é de o que o faturamento de 75% das empreendedoras chegue a R$ 24 mil por ano. Elas já ocupam 43,2% dos cargos de gerência nessas micro e pequenas empresas.

Um levantamento do Sebrae traçou o perfil das empresárias, que são sobretudo jovens: 40% delas são mulheres com menos de 34 anos que estão concentradas principalmente em quatro áreas de atuação: restaurantes (16%), serviços domésticos (16%), cabeleireiros (13%) e comércio de cosméticos (9%). A maior parte empreendem dentro de casa (35%).

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular. 

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.




Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.

Detalhe das estações de trablaho. Foto: Divulgação - Colaboração.Space


Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020



Com informações da Agência Brasil, Agência Sebrae de Notícias e acrescidas de dados institucionais

Transformar a cidade de Nilópolis em uma cidade inteligente, com inovação, tecnologia e internet das coisas trazendo benefícios a população através de financiamento de instituições privadas.

O Colaboração.Space* é um espaço de coworking localizado em Nilópolis fundado por um empreendedor natural da Ilha do Governador. “Tinha uma vontade de impactar o maior número de pessoas com educação empreendedora, e dar oportunidades de negócios aos pequenos empreendedores, pesquisei que Nilópolis possui o melhor IDH da Baixada ocupando o 9° lugar do RJ. Além de uma economia tradicional altamente impactante e de demanda reprimida para inovação e empreendedorismo”, explica Juan Medeiros.

Nilópolis, no Rio de Janeiro, é a sede do Colaboração.Space

O espaço inaugurado em novembro de 2017 já é o local de trabalho* de empreendedores da região além de realizar eventos, aulas onlines e presenciais sobre diversos assuntos como: carreira, tecnologia, games, patentes, entre outros temas ligados a inovação e educação.

Um dos objetivos do Colaboração.Space é desenvolver no próximo semestre o maior evento de cidades inteligentes da Baixada Fluminense. E até o começo de 2019 inaugurar o primeiro Centro de Inovação e Tecnologia da Baixada Fluminense com patrocínios de grandes instituições privadas. Os planos não param, Juan pretende até 2021 ser o maior hub de inovação e tecnologia para empreendedores de regiões periféricas se tornando a maior referencia a nível nacional.
No dia internacional da Mulher, o 1° coworking da Baixada Fluminense que fica em Nilópolis abrirá as portas gratuitamente para empoderar mulheres, proporcionar prestação de serviços e treinamentos, além de estreitar relacionamentos entre empreendedoras.



Profissional, mãe, esposa, dona de casa, policial, eletricista ou o que ela quiser ser. Não importa a ocupação, as mulheres merecem um dia especial para chamar de Delas. Nessa vibe, o Colaboração.Space está de portas abertas no próximo dia 8/3, quinta-feira, de 9h às 18h, para receber quem procura serviços de qualidade, produtos diferenciados e novidades.

Para se inscrever, basta acessar o Colaboração.Space no Facebook (CLIQUE AQUI) e marcar presença no evento Dia Internacional da Mulher, clicar em Cadastrar-se e por o seu e-mail.

Já para participar das oficinas nas salas de treinamento de Nilópolis é recomendado que se chegue 10 minutos antes do início do encontro já que as vagas nas salas são limitadas. O público inscrito participará de distribuição de brindes e doces artesanais. #VoaproSpace!

Confira a programação totalmente gratuita:

09h às 11h - Kátia Lopez - Oficina de Automaquiagem Mary Kay
10h às 16h - Simone Mello - Fisioterapia: Gancho, auriculoterapia, orientação postural, técnicas para respiração para combate a ansiedade
11h às 12h - Suzana Diks - Terapia Mindfulness e jogos teatrais
12h às 13h - Vivian Pimentel - Palestra “Doces para aumentar a renda”
12h às 13h - Rafael Soutelinho - Noções de Defesa Pessoal
13h às 14h - Henrique Silva - Oficina de crochê
14h às 15h - Kétrin Cordova - Palestra “Alimentação x emoção”
15h às 16h - Fabiana Laurentino - Palestra “Pílulas de motivação”
16h às 17h - Cláudia Brício - Quick Massage
16h às 17h - Grazy Pacheco - Palestra "Estilo pessoal e aparência: qual a mensagem que você está passando?"
17h às 18h - Tamy Mattos - Workshop "Organização do quarto”

Serviço:

Data: 8/3, quinta-feira, de 9h às 18h
Inscrições: http://bit.ly/2FXjhNd
Endereço: Colaboração.Space
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis
Tel: (21) 3039-3840