terça-feira, 3 de abril de 2018

Projeto de refinanciamento de dívidas de microempresas é mantido

O Congresso Nacional derrubou nesta terça-feira (3) o veto do presidente Michel Temer ao projeto que institui o refinanciamento dos débitos de micro e pequenos empresários, o chamado Refis das Micro e Pequenas Empresas. Os parlamentares mantiveram a legislação aprovada no fim do ano passado por 346 votos favoráveis e um contrário na Câmara, e 53 votos no Senado.

Congresso derruba veto e mantém refinanciamento de dívidas de microempresasFabio Rodrigues Pozzebom/Arquivo/Agência Brasil

Com a rejeição do ato presidencial, os empresários poderão alongar as dívidas que possuem com a Receita Federal. Apesar de ter vetado integralmente o projeto de lei, o presidente Temer já havia se manifestado, há algumas semanas, favoravelmente à derrubada do próprio veto, posição que foi confirmada em plenário pelo líder do governo no Congresso, deputado André Moura (PSC-SE).

Após conceder entrevistas adiantando que trabalharia em nome da "convicção" dos deputados e senadores em derrubarem o veto, o presidente do Congresso, Eunício Oliveira (MDB-CE), abriu a sessão de hoje confirmando a promessa. Ele acrescentou que outros dois itens seriam analisados e possivelmente derrubados: o veto ao projeto que reformula a carreira dos agentes comunitários de saúde e à proposta que concede descontos a dívidas de produtores rurais, votações que ainda não foram concluídas.

"Esses três vetos comprometidos nós vamos votar e derrubar. Essa é a posição da Mesa, porque entendo eu que nós fizemos aqui vários e vários Refis – eu, por convicção, tenho até um posicionamento contrário ao Refis –, mas, na hora em que chegou a vez dos miúdos, na hora em que chegou a vez dos agentes comunitários de saúde, a área econômica pediu o veto. O Congresso Nacional é soberano, e este Plenário é que vai decidir o que vai acontecer na tarde e noite de hoje", afirmou.

Entenda

A nova lei cria o Refis das Micro e Pequenas Empresas, programa que concede descontos de juros, multas e encargos com o objetivo de facilitar e parcelar o pagamento dos débitos de micro e pequenos empresários, desde que 5% do valor total sejam pagos em espécie, sem desconto, em até cinco parcelas mensais.

O restante da dívida poderá ser pago em até 15 anos. A adesão inclui débitos vencidos até novembro de 2017. O projeto prevê a possibilidade de adesão dos empresários ao programa até três meses após entrada da lei em vigor.

Ao vetar integralmente a medida, Michel Temer havia argumentado que o programa fere a Lei de Responsabilidade Fiscal ao não prever a origem dos recursos que cobririam os descontos aplicados a multas e juros com o parcelamento das dívidas.

O veto foi criticado por pequenas indústrias e organizações que representam o setor. Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Refis deve beneficiar cerca de 600 mil empresas brasileiras que devem cerca de R$ 20 bilhões à União.

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular.

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.




Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.



Detalhe das estações de trablaho. Foto: Divulgação - Colaboração.Space


Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.





Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020
www.colaboracao.space
Facebook: Colaboração.Space
Instagram: Colab.Space

Paulo Victor Chagas - Repórter da Agência Brasil
Edição: Amanda Cieglinski
Com informações da Agência Brasil acrescidas de dados institucionais

0 comentários:

Postar um comentário

Contato

Fale conosco

Utilize as informações abaixo para conhecer e contatar a Colaboração.Space, estaremos prontos para lhe dar as informações ou te receber no nosso espaço!

Endereço:

Av. Carmela Dutra, 1983, 2ºandar, Nilópolis, RJ

Expediente:

Segunda a sexta de 9h até 18h, mais dias e horários especiais

Telefone:

(21) 3039.3840