Somos o primeiro coworking
e hub de inovação da Baixada Fluminense

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Illum, fuga, consectetur sequi consequuntur nisi placeat ullam maiores perferendis. Quod, nihil reiciendis saepe optio libero minus et beatae ipsam reprehenderit sequi.

Conheça nossos serviços e estruturas Fale agora conosco

Our Services

Lovely Design

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Praesent feugiat tellus eget libero pretium, sollicitudin feugiat libero.

Read More

Great Concept

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Praesent feugiat tellus eget libero pretium, sollicitudin feugiat libero.

Read More

Development

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Praesent feugiat tellus eget libero pretium, sollicitudin feugiat libero.

Read More

User Friendly

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Praesent feugiat tellus eget libero pretium, sollicitudin feugiat libero.

Read More

Recent Work

sábado, 12 de maio de 2018

5 ideias de negócio para mães

5 ideias de negócio para mães

Mesmo com a crescente necessidade do mercado referente a presença dos funcionários no horário de trabalho, há um grupo que vem se distanciando disso: as mães.



Existem diversos fatores que explicam este acontecimento, mas é unânime que hoje as mães querem estar com os filhos.

Diferente de alguns tempos, quando para elas era importante estar nas empresas e por isso, havia necessidade de contratar babás ou pôr os filhos em creches.

Atualmente, a maior parte do dia é voltada ao trabalho e os filhos só as vêem no fim de um cansativo dia de trabalho.

Ainda existem muitas profissionais que necessitam trabalhar fora de casa, principalmente, porque elas são as únicas que detém a renda da casa.

Mas, a humanização dentro das empresas e a postura das mulheres mudou a jornada de trabalho.

Hoje elas podem e querem escolher os horários de trabalho e cuidar dos filhos ao mesmo tempo, serem mais presentes.

Pensando nisso, separamos 05 ideias de negócio que podem ser montados pelas mães, sem precisar se distanciar dos filhos. Veja quais são.

1 – Loja virtual de roupas de bebês

Este é um dos assuntos que as mães mais estão por dentro.

Por isso, essa é uma boa opção de negócio.

Existem duas alternativas para trabalhar com uma loja de roupas de bebês:

- loja física ou loja online.

A decisão fica a critério da mãe, que vai estudar qual alternativa é melhor.

Caso opte por uma loja virtual, há apenas necessidade de um espaço para guardar o estoque de roupas.

Vale consultar um profissional para ajudar na escolha da plataforma onde a loja será hospedada.

Exposição
  • Seja criativa na hora de expor as roupinhas.
  • Vale incrementar e criar um cenário para fotografar as peças.
  • As roupas também devem aparecer em ângulos diferentes.
  • Fotografar detalhes como a costura e a etiqueta também satisfazem os clientes.
Fornecedores

Escolha os produtos direto da fábrica. Assim, as peças saem com preço mais para você e para o cliente.

2- Loja de roupas

Lojas de roupas de adultos também pode ser uma boa oportunidade de negócio.

Defina como será feita a venda: de forma virtual ou em um espaço físico.

Avalie a melhor opção, de acordo com as suas possibilidades.

Caso queira montar uma loja física, procure um local apropriado para expor os produtos. O local não precisa ser grande, mas deve oferecer conforto aos clientes.

Invista na decoração.

Roupas

  • Compre as peças no atacado, o que possibilita uma maior aquisição de roupas por um menor preço.
  • Algumas dicas são importantes para este ramo:
  • Disponibilize roupas com numerações variadas, atendendo a todos os públicos;
  • Preze pela qualidade dos produtos;
  • Venda por um preço justo;

3 - Venda de fraldas

Um produto que possui muita demanda nos primeiros meses da vida do bebê é a fralda.

A ponto de consumir uma boa parte do orçamento dos pais. Sabendo disso, porque não vender fraldas?

O primeiro passo é investir em uma máquina de fraldas e nos materiais necessários para a produção.

Para que a venda gere resultados positivos, você precisa:

Investir em material de qualidade;

Oferecer as fraldas por um preço menor do que as compradas no mercado convencional;

Divulgar o negócio.

Uma boa idéia é confeccionar panfletos divulgando o negócio e contendo informações como tamanho e preço das fraldas pode ser um bom começo pra divulgar.

Crie também perfis da sua empresa nas redes sociais, esta estratégia garante um bom retorno.

4 – Spa para gestantes

Além das alterações hormonais, que já deixam a gestante estressada, há também as preocupações com a gravidez, com a saúde do bebê, a situação profissional, a ansiedade, tudo influencia no humor e no psicológico durante este período.

Por isso, ter um lugar que ajude a gestante a relaxar, a exemplo de um spa, é uma ótima alternativa.

Estrutura

Estrutura é a palavra-chave para este tipo de negócio.

Se você quer investir, procure um local amplo, que possibilite conforto e segurança às mães.

Será necessária a aquisição de equipamentos como:
  • Banheiras;
  • Ofurôs;
  • Macas para massagens;
  • Faça curso de estética e massoterapia.




5 – Revenda de Cosméticos

Uma alternativa muito utilizada hoje, principalmente pelas donas de cas, é a revenda de cosméticos.

Seja através de catálogos ou recebendo os produtos em casa.

Existem muitas empresas do ramo que oferecem este tipo de revenda.

A revendedora recebe comissão por cada produto vendido.

Para começar:

Este é um tipo de negócio que depende muito da sua simpatia e envolvimento.
Seja articulada. Pra começar o negócio é importante:
  • Escolher uma marca que ofereça cosméticos a um preço acessível, mas que tenha produtos de qualidade;
  • Amigas, familiares são o primeiro público para oferecer os produtos;
  • Faça uma exposição dos produtos, com amostras;
  • Cumpra os prazos de entrega das mercadorias.

quinta-feira, 3 de maio de 2018

ASSESPRO RJ na Baixada Fluminense - Rio de Janeiro

ASSESPRO RJ na Baixada Fluminense - Rio de Janeiro

A Associação das Empresas de TI do Rio de Janeiro (Assespro-RJ), juntamente com o Colaboracao.Space) realizará em junho de 2018 um evento para reunir representantes de empresas de TI e Informática da Baixada Fluminense no Rio de Janeiro, buscando promover network e khow-how entre os profissionais. O evento é gratuito, somente há a demanda de inscrição e está sujeito a número restrito de participantes.



O que é ASSESPRO?

Fundada em 23 de junho de 1976, a Assespro-RJ é a mais antiga regional da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação. Em 19 de novembro de 1987, foi reconhecida como sendo uma entidade de utilidade pública, e neste mesmo ano coordenou a fundação do Seprorj – Sindicato das Empresas de Informática do Estado do Rio de Janeiro. 

Em 1992, articulou a criação da RioSoft – Núcleo Softex da Cidade do Rio de Janeiro, na condição de sócio-fundador, em conjunto com o Sebrae-RJ e a prefeitura do Rio de Janeiro.

A Assespro-RJ é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, que congrega e representa as empresas brasileiras de tecnologia da informação, software e internet.

Sua missão é contribuir para consolidar a posição do estado do Rio de Janeiro como referência na inovação, empreendedorismo, desenvolvimento e fornecimento de soluções de base tecnológica, com ações de apoio e fortalecimento das associadas, da Assespro-RJ e do setor de TIC como um todo.

DIA 25 DE JUNHO DE 2018

Programação

09h Café e network
10h Palestra "Negociação em situação de risco" - Sub Tenente do BOPE PMERJ C. SOARES.
Evento grátis para representantes de empresas de TI e Informática da Baixada Fluminense no Rio de Janeiro.

Local: Coworking Colaboração.Space
Avenida Carmela Dutra, 1983, 2° andar
26530020 Nilópolis - RJ

Inscrição:

quarta-feira, 2 de maio de 2018

Prazo final para envio da declaração anual de MEI termina em maio

Prazo final para envio da declaração anual de MEI termina em maio

O prazo para entrega da Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual 2018 (DASN-SIMEI) termina no dia 31 de maio. Todos os MEIs com registro ativo, mesmo aqueles que não tiveram rendimentos ao longo de 2017, têm de prestar contas à Receita Federal.



O preenchimento da declaração é simples e pode ser feito pelo próprio MEI por meio do Portal do Empreendedor. É preciso informar a receita bruta total de 2017, especificar a receita bruta obtida com atividades de comércio, indústria e serviços de transporte intermunicipal e interestadual, se for o caso, e também informar se havia funcionário contratado.

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular.

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.

Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.

Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020
www.colaboracao.space
Facebook: Colaboração.Space
Instagram: Colab.Space

Our Blog

55 Cups
Average weekly coffee drank
9000 Lines
Average weekly lines of code
400 Customers
Average yearly happy clients

Nossa equipe

Tim Malkovic
CEO
David Bell
Creative Designer
Eve Stinger
Sales Manager
Will Peters
Developer

Contato

Fale conosco

Use as informações e números aqui aprensentados para falar e contatar o Colaboração.Space

Endereço:

Av. Carmela Dutra, 1880 - 3º andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020

Expediente e Atendimento:

Segunda a Sexta das 9h to 19h

Telefone:

(21) 3039-3840

Mesmo com a crescente necessidade do mercado referente a presença dos funcionários no horário de trabalho, há um grupo que vem se distanciando disso: as mães.



Existem diversos fatores que explicam este acontecimento, mas é unânime que hoje as mães querem estar com os filhos.

Diferente de alguns tempos, quando para elas era importante estar nas empresas e por isso, havia necessidade de contratar babás ou pôr os filhos em creches.

Atualmente, a maior parte do dia é voltada ao trabalho e os filhos só as vêem no fim de um cansativo dia de trabalho.

Ainda existem muitas profissionais que necessitam trabalhar fora de casa, principalmente, porque elas são as únicas que detém a renda da casa.

Mas, a humanização dentro das empresas e a postura das mulheres mudou a jornada de trabalho.

Hoje elas podem e querem escolher os horários de trabalho e cuidar dos filhos ao mesmo tempo, serem mais presentes.

Pensando nisso, separamos 05 ideias de negócio que podem ser montados pelas mães, sem precisar se distanciar dos filhos. Veja quais são.

1 – Loja virtual de roupas de bebês

Este é um dos assuntos que as mães mais estão por dentro.

Por isso, essa é uma boa opção de negócio.

Existem duas alternativas para trabalhar com uma loja de roupas de bebês:

- loja física ou loja online.

A decisão fica a critério da mãe, que vai estudar qual alternativa é melhor.

Caso opte por uma loja virtual, há apenas necessidade de um espaço para guardar o estoque de roupas.

Vale consultar um profissional para ajudar na escolha da plataforma onde a loja será hospedada.

Exposição
  • Seja criativa na hora de expor as roupinhas.
  • Vale incrementar e criar um cenário para fotografar as peças.
  • As roupas também devem aparecer em ângulos diferentes.
  • Fotografar detalhes como a costura e a etiqueta também satisfazem os clientes.
Fornecedores

Escolha os produtos direto da fábrica. Assim, as peças saem com preço mais para você e para o cliente.

2- Loja de roupas

Lojas de roupas de adultos também pode ser uma boa oportunidade de negócio.

Defina como será feita a venda: de forma virtual ou em um espaço físico.

Avalie a melhor opção, de acordo com as suas possibilidades.

Caso queira montar uma loja física, procure um local apropriado para expor os produtos. O local não precisa ser grande, mas deve oferecer conforto aos clientes.

Invista na decoração.

Roupas

  • Compre as peças no atacado, o que possibilita uma maior aquisição de roupas por um menor preço.
  • Algumas dicas são importantes para este ramo:
  • Disponibilize roupas com numerações variadas, atendendo a todos os públicos;
  • Preze pela qualidade dos produtos;
  • Venda por um preço justo;

3 - Venda de fraldas

Um produto que possui muita demanda nos primeiros meses da vida do bebê é a fralda.

A ponto de consumir uma boa parte do orçamento dos pais. Sabendo disso, porque não vender fraldas?

O primeiro passo é investir em uma máquina de fraldas e nos materiais necessários para a produção.

Para que a venda gere resultados positivos, você precisa:

Investir em material de qualidade;

Oferecer as fraldas por um preço menor do que as compradas no mercado convencional;

Divulgar o negócio.

Uma boa idéia é confeccionar panfletos divulgando o negócio e contendo informações como tamanho e preço das fraldas pode ser um bom começo pra divulgar.

Crie também perfis da sua empresa nas redes sociais, esta estratégia garante um bom retorno.

4 – Spa para gestantes

Além das alterações hormonais, que já deixam a gestante estressada, há também as preocupações com a gravidez, com a saúde do bebê, a situação profissional, a ansiedade, tudo influencia no humor e no psicológico durante este período.

Por isso, ter um lugar que ajude a gestante a relaxar, a exemplo de um spa, é uma ótima alternativa.

Estrutura

Estrutura é a palavra-chave para este tipo de negócio.

Se você quer investir, procure um local amplo, que possibilite conforto e segurança às mães.

Será necessária a aquisição de equipamentos como:
  • Banheiras;
  • Ofurôs;
  • Macas para massagens;
  • Faça curso de estética e massoterapia.




5 – Revenda de Cosméticos

Uma alternativa muito utilizada hoje, principalmente pelas donas de cas, é a revenda de cosméticos.

Seja através de catálogos ou recebendo os produtos em casa.

Existem muitas empresas do ramo que oferecem este tipo de revenda.

A revendedora recebe comissão por cada produto vendido.

Para começar:

Este é um tipo de negócio que depende muito da sua simpatia e envolvimento.
Seja articulada. Pra começar o negócio é importante:
  • Escolher uma marca que ofereça cosméticos a um preço acessível, mas que tenha produtos de qualidade;
  • Amigas, familiares são o primeiro público para oferecer os produtos;
  • Faça uma exposição dos produtos, com amostras;
  • Cumpra os prazos de entrega das mercadorias.
A Associação das Empresas de TI do Rio de Janeiro (Assespro-RJ), juntamente com o Colaboracao.Space) realizará em junho de 2018 um evento para reunir representantes de empresas de TI e Informática da Baixada Fluminense no Rio de Janeiro, buscando promover network e khow-how entre os profissionais. O evento é gratuito, somente há a demanda de inscrição e está sujeito a número restrito de participantes.



O que é ASSESPRO?

Fundada em 23 de junho de 1976, a Assespro-RJ é a mais antiga regional da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação. Em 19 de novembro de 1987, foi reconhecida como sendo uma entidade de utilidade pública, e neste mesmo ano coordenou a fundação do Seprorj – Sindicato das Empresas de Informática do Estado do Rio de Janeiro. 

Em 1992, articulou a criação da RioSoft – Núcleo Softex da Cidade do Rio de Janeiro, na condição de sócio-fundador, em conjunto com o Sebrae-RJ e a prefeitura do Rio de Janeiro.

A Assespro-RJ é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, que congrega e representa as empresas brasileiras de tecnologia da informação, software e internet.

Sua missão é contribuir para consolidar a posição do estado do Rio de Janeiro como referência na inovação, empreendedorismo, desenvolvimento e fornecimento de soluções de base tecnológica, com ações de apoio e fortalecimento das associadas, da Assespro-RJ e do setor de TIC como um todo.

DIA 25 DE JUNHO DE 2018

Programação

09h Café e network
10h Palestra "Negociação em situação de risco" - Sub Tenente do BOPE PMERJ C. SOARES.
Evento grátis para representantes de empresas de TI e Informática da Baixada Fluminense no Rio de Janeiro.

Local: Coworking Colaboração.Space
Avenida Carmela Dutra, 1983, 2° andar
26530020 Nilópolis - RJ

Inscrição:

O prazo para entrega da Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual 2018 (DASN-SIMEI) termina no dia 31 de maio. Todos os MEIs com registro ativo, mesmo aqueles que não tiveram rendimentos ao longo de 2017, têm de prestar contas à Receita Federal.



O preenchimento da declaração é simples e pode ser feito pelo próprio MEI por meio do Portal do Empreendedor. É preciso informar a receita bruta total de 2017, especificar a receita bruta obtida com atividades de comércio, indústria e serviços de transporte intermunicipal e interestadual, se for o caso, e também informar se havia funcionário contratado.

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular.

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.

Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.

Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020
www.colaboracao.space
Facebook: Colaboração.Space
Instagram: Colab.Space
Mesmo com a crescente necessidade do mercado referente a presença dos funcionários no horário de trabalho, há um grupo que vem se distanciando disso: as mães.



Existem diversos fatores que explicam este acontecimento, mas é unânime que hoje as mães querem estar com os filhos.

Diferente de alguns tempos, quando para elas era importante estar nas empresas e por isso, havia necessidade de contratar babás ou pôr os filhos em creches.

Atualmente, a maior parte do dia é voltada ao trabalho e os filhos só as vêem no fim de um cansativo dia de trabalho.

Ainda existem muitas profissionais que necessitam trabalhar fora de casa, principalmente, porque elas são as únicas que detém a renda da casa.

Mas, a humanização dentro das empresas e a postura das mulheres mudou a jornada de trabalho.

Hoje elas podem e querem escolher os horários de trabalho e cuidar dos filhos ao mesmo tempo, serem mais presentes.

Pensando nisso, separamos 05 ideias de negócio que podem ser montados pelas mães, sem precisar se distanciar dos filhos. Veja quais são.

1 – Loja virtual de roupas de bebês

Este é um dos assuntos que as mães mais estão por dentro.

Por isso, essa é uma boa opção de negócio.

Existem duas alternativas para trabalhar com uma loja de roupas de bebês:

- loja física ou loja online.

A decisão fica a critério da mãe, que vai estudar qual alternativa é melhor.

Caso opte por uma loja virtual, há apenas necessidade de um espaço para guardar o estoque de roupas.

Vale consultar um profissional para ajudar na escolha da plataforma onde a loja será hospedada.

Exposição
  • Seja criativa na hora de expor as roupinhas.
  • Vale incrementar e criar um cenário para fotografar as peças.
  • As roupas também devem aparecer em ângulos diferentes.
  • Fotografar detalhes como a costura e a etiqueta também satisfazem os clientes.
Fornecedores

Escolha os produtos direto da fábrica. Assim, as peças saem com preço mais para você e para o cliente.

2- Loja de roupas

Lojas de roupas de adultos também pode ser uma boa oportunidade de negócio.

Defina como será feita a venda: de forma virtual ou em um espaço físico.

Avalie a melhor opção, de acordo com as suas possibilidades.

Caso queira montar uma loja física, procure um local apropriado para expor os produtos. O local não precisa ser grande, mas deve oferecer conforto aos clientes.

Invista na decoração.

Roupas

  • Compre as peças no atacado, o que possibilita uma maior aquisição de roupas por um menor preço.
  • Algumas dicas são importantes para este ramo:
  • Disponibilize roupas com numerações variadas, atendendo a todos os públicos;
  • Preze pela qualidade dos produtos;
  • Venda por um preço justo;

3 - Venda de fraldas

Um produto que possui muita demanda nos primeiros meses da vida do bebê é a fralda.

A ponto de consumir uma boa parte do orçamento dos pais. Sabendo disso, porque não vender fraldas?

O primeiro passo é investir em uma máquina de fraldas e nos materiais necessários para a produção.

Para que a venda gere resultados positivos, você precisa:

Investir em material de qualidade;

Oferecer as fraldas por um preço menor do que as compradas no mercado convencional;

Divulgar o negócio.

Uma boa idéia é confeccionar panfletos divulgando o negócio e contendo informações como tamanho e preço das fraldas pode ser um bom começo pra divulgar.

Crie também perfis da sua empresa nas redes sociais, esta estratégia garante um bom retorno.

4 – Spa para gestantes

Além das alterações hormonais, que já deixam a gestante estressada, há também as preocupações com a gravidez, com a saúde do bebê, a situação profissional, a ansiedade, tudo influencia no humor e no psicológico durante este período.

Por isso, ter um lugar que ajude a gestante a relaxar, a exemplo de um spa, é uma ótima alternativa.

Estrutura

Estrutura é a palavra-chave para este tipo de negócio.

Se você quer investir, procure um local amplo, que possibilite conforto e segurança às mães.

Será necessária a aquisição de equipamentos como:
  • Banheiras;
  • Ofurôs;
  • Macas para massagens;
  • Faça curso de estética e massoterapia.




5 – Revenda de Cosméticos

Uma alternativa muito utilizada hoje, principalmente pelas donas de cas, é a revenda de cosméticos.

Seja através de catálogos ou recebendo os produtos em casa.

Existem muitas empresas do ramo que oferecem este tipo de revenda.

A revendedora recebe comissão por cada produto vendido.

Para começar:

Este é um tipo de negócio que depende muito da sua simpatia e envolvimento.
Seja articulada. Pra começar o negócio é importante:
  • Escolher uma marca que ofereça cosméticos a um preço acessível, mas que tenha produtos de qualidade;
  • Amigas, familiares são o primeiro público para oferecer os produtos;
  • Faça uma exposição dos produtos, com amostras;
  • Cumpra os prazos de entrega das mercadorias.
A Associação das Empresas de TI do Rio de Janeiro (Assespro-RJ), juntamente com o Colaboracao.Space) realizará em junho de 2018 um evento para reunir representantes de empresas de TI e Informática da Baixada Fluminense no Rio de Janeiro, buscando promover network e khow-how entre os profissionais. O evento é gratuito, somente há a demanda de inscrição e está sujeito a número restrito de participantes.



O que é ASSESPRO?

Fundada em 23 de junho de 1976, a Assespro-RJ é a mais antiga regional da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação. Em 19 de novembro de 1987, foi reconhecida como sendo uma entidade de utilidade pública, e neste mesmo ano coordenou a fundação do Seprorj – Sindicato das Empresas de Informática do Estado do Rio de Janeiro. 

Em 1992, articulou a criação da RioSoft – Núcleo Softex da Cidade do Rio de Janeiro, na condição de sócio-fundador, em conjunto com o Sebrae-RJ e a prefeitura do Rio de Janeiro.

A Assespro-RJ é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, que congrega e representa as empresas brasileiras de tecnologia da informação, software e internet.

Sua missão é contribuir para consolidar a posição do estado do Rio de Janeiro como referência na inovação, empreendedorismo, desenvolvimento e fornecimento de soluções de base tecnológica, com ações de apoio e fortalecimento das associadas, da Assespro-RJ e do setor de TIC como um todo.

DIA 25 DE JUNHO DE 2018

Programação

09h Café e network
10h Palestra "Negociação em situação de risco" - Sub Tenente do BOPE PMERJ C. SOARES.
Evento grátis para representantes de empresas de TI e Informática da Baixada Fluminense no Rio de Janeiro.

Local: Coworking Colaboração.Space
Avenida Carmela Dutra, 1983, 2° andar
26530020 Nilópolis - RJ

Inscrição:

O prazo para entrega da Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual 2018 (DASN-SIMEI) termina no dia 31 de maio. Todos os MEIs com registro ativo, mesmo aqueles que não tiveram rendimentos ao longo de 2017, têm de prestar contas à Receita Federal.



O preenchimento da declaração é simples e pode ser feito pelo próprio MEI por meio do Portal do Empreendedor. É preciso informar a receita bruta total de 2017, especificar a receita bruta obtida com atividades de comércio, indústria e serviços de transporte intermunicipal e interestadual, se for o caso, e também informar se havia funcionário contratado.

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular.

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.

Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.

Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020
www.colaboracao.space
Facebook: Colaboração.Space
Instagram: Colab.Space
Mesmo com a crescente necessidade do mercado referente a presença dos funcionários no horário de trabalho, há um grupo que vem se distanciando disso: as mães.



Existem diversos fatores que explicam este acontecimento, mas é unânime que hoje as mães querem estar com os filhos.

Diferente de alguns tempos, quando para elas era importante estar nas empresas e por isso, havia necessidade de contratar babás ou pôr os filhos em creches.

Atualmente, a maior parte do dia é voltada ao trabalho e os filhos só as vêem no fim de um cansativo dia de trabalho.

Ainda existem muitas profissionais que necessitam trabalhar fora de casa, principalmente, porque elas são as únicas que detém a renda da casa.

Mas, a humanização dentro das empresas e a postura das mulheres mudou a jornada de trabalho.

Hoje elas podem e querem escolher os horários de trabalho e cuidar dos filhos ao mesmo tempo, serem mais presentes.

Pensando nisso, separamos 05 ideias de negócio que podem ser montados pelas mães, sem precisar se distanciar dos filhos. Veja quais são.

1 – Loja virtual de roupas de bebês

Este é um dos assuntos que as mães mais estão por dentro.

Por isso, essa é uma boa opção de negócio.

Existem duas alternativas para trabalhar com uma loja de roupas de bebês:

- loja física ou loja online.

A decisão fica a critério da mãe, que vai estudar qual alternativa é melhor.

Caso opte por uma loja virtual, há apenas necessidade de um espaço para guardar o estoque de roupas.

Vale consultar um profissional para ajudar na escolha da plataforma onde a loja será hospedada.

Exposição
  • Seja criativa na hora de expor as roupinhas.
  • Vale incrementar e criar um cenário para fotografar as peças.
  • As roupas também devem aparecer em ângulos diferentes.
  • Fotografar detalhes como a costura e a etiqueta também satisfazem os clientes.
Fornecedores

Escolha os produtos direto da fábrica. Assim, as peças saem com preço mais para você e para o cliente.

2- Loja de roupas

Lojas de roupas de adultos também pode ser uma boa oportunidade de negócio.

Defina como será feita a venda: de forma virtual ou em um espaço físico.

Avalie a melhor opção, de acordo com as suas possibilidades.

Caso queira montar uma loja física, procure um local apropriado para expor os produtos. O local não precisa ser grande, mas deve oferecer conforto aos clientes.

Invista na decoração.

Roupas

  • Compre as peças no atacado, o que possibilita uma maior aquisição de roupas por um menor preço.
  • Algumas dicas são importantes para este ramo:
  • Disponibilize roupas com numerações variadas, atendendo a todos os públicos;
  • Preze pela qualidade dos produtos;
  • Venda por um preço justo;

3 - Venda de fraldas

Um produto que possui muita demanda nos primeiros meses da vida do bebê é a fralda.

A ponto de consumir uma boa parte do orçamento dos pais. Sabendo disso, porque não vender fraldas?

O primeiro passo é investir em uma máquina de fraldas e nos materiais necessários para a produção.

Para que a venda gere resultados positivos, você precisa:

Investir em material de qualidade;

Oferecer as fraldas por um preço menor do que as compradas no mercado convencional;

Divulgar o negócio.

Uma boa idéia é confeccionar panfletos divulgando o negócio e contendo informações como tamanho e preço das fraldas pode ser um bom começo pra divulgar.

Crie também perfis da sua empresa nas redes sociais, esta estratégia garante um bom retorno.

4 – Spa para gestantes

Além das alterações hormonais, que já deixam a gestante estressada, há também as preocupações com a gravidez, com a saúde do bebê, a situação profissional, a ansiedade, tudo influencia no humor e no psicológico durante este período.

Por isso, ter um lugar que ajude a gestante a relaxar, a exemplo de um spa, é uma ótima alternativa.

Estrutura

Estrutura é a palavra-chave para este tipo de negócio.

Se você quer investir, procure um local amplo, que possibilite conforto e segurança às mães.

Será necessária a aquisição de equipamentos como:
  • Banheiras;
  • Ofurôs;
  • Macas para massagens;
  • Faça curso de estética e massoterapia.




5 – Revenda de Cosméticos

Uma alternativa muito utilizada hoje, principalmente pelas donas de cas, é a revenda de cosméticos.

Seja através de catálogos ou recebendo os produtos em casa.

Existem muitas empresas do ramo que oferecem este tipo de revenda.

A revendedora recebe comissão por cada produto vendido.

Para começar:

Este é um tipo de negócio que depende muito da sua simpatia e envolvimento.
Seja articulada. Pra começar o negócio é importante:
  • Escolher uma marca que ofereça cosméticos a um preço acessível, mas que tenha produtos de qualidade;
  • Amigas, familiares são o primeiro público para oferecer os produtos;
  • Faça uma exposição dos produtos, com amostras;
  • Cumpra os prazos de entrega das mercadorias.
A Associação das Empresas de TI do Rio de Janeiro (Assespro-RJ), juntamente com o Colaboracao.Space) realizará em junho de 2018 um evento para reunir representantes de empresas de TI e Informática da Baixada Fluminense no Rio de Janeiro, buscando promover network e khow-how entre os profissionais. O evento é gratuito, somente há a demanda de inscrição e está sujeito a número restrito de participantes.



O que é ASSESPRO?

Fundada em 23 de junho de 1976, a Assespro-RJ é a mais antiga regional da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação. Em 19 de novembro de 1987, foi reconhecida como sendo uma entidade de utilidade pública, e neste mesmo ano coordenou a fundação do Seprorj – Sindicato das Empresas de Informática do Estado do Rio de Janeiro. 

Em 1992, articulou a criação da RioSoft – Núcleo Softex da Cidade do Rio de Janeiro, na condição de sócio-fundador, em conjunto com o Sebrae-RJ e a prefeitura do Rio de Janeiro.

A Assespro-RJ é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, que congrega e representa as empresas brasileiras de tecnologia da informação, software e internet.

Sua missão é contribuir para consolidar a posição do estado do Rio de Janeiro como referência na inovação, empreendedorismo, desenvolvimento e fornecimento de soluções de base tecnológica, com ações de apoio e fortalecimento das associadas, da Assespro-RJ e do setor de TIC como um todo.

DIA 25 DE JUNHO DE 2018

Programação

09h Café e network
10h Palestra "Negociação em situação de risco" - Sub Tenente do BOPE PMERJ C. SOARES.
Evento grátis para representantes de empresas de TI e Informática da Baixada Fluminense no Rio de Janeiro.

Local: Coworking Colaboração.Space
Avenida Carmela Dutra, 1983, 2° andar
26530020 Nilópolis - RJ

Inscrição:

O prazo para entrega da Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual 2018 (DASN-SIMEI) termina no dia 31 de maio. Todos os MEIs com registro ativo, mesmo aqueles que não tiveram rendimentos ao longo de 2017, têm de prestar contas à Receita Federal.



O preenchimento da declaração é simples e pode ser feito pelo próprio MEI por meio do Portal do Empreendedor. É preciso informar a receita bruta total de 2017, especificar a receita bruta obtida com atividades de comércio, indústria e serviços de transporte intermunicipal e interestadual, se for o caso, e também informar se havia funcionário contratado.

QUER EMPREENDER?

O Colaboração.Space tem um local e gente especial para desenvolver esse seu empreendedorismo. Cursos, aulas, workshops e network vão te estimular.

Ter um escritório tornou-se objetivo caro nos dias de hoje. A busca por local para trabalhar envolve custos que empresas iniciantes ou profissionais autônomos não estão dispostos a pagar. Tendência em outros países do mundo e em diversas cidades brasileiras, o escritório compartilhado, ou coworking, ganha cada vez mais adeptos e interessados.

Por Coworking entende-se várias pessoas dividindo o mesmo espaço físico, em mesas individuais. Por trás da economia, há uma filosofia de cocriação, que ganha cada vez mais adeptos. Isso porque os coworkers, vindos de diferentes áreas, encontram-se no espaço compartilhado e têm a oportunidade de trocar ideias e experiências para tirar projetos e sonhos do papel.

A opção atende, principalmente, aos autônomos, que não encontram locais empresariais para reuniões e negócios ou enfrentam o barulho dos cafés para reuniões com clientes.

Seguindo essa premissa, o Colaboração.Space é o primeiro espaço de trabalho coletivo e de educação empreendedora de Nilópolis.

Serviço:
Colaboração.Space - (21) 3039-3840
Av. Carmela Dutra, 1983, 2° andar - Centro, Nilópolis - RJ, 26530-020
www.colaboracao.space
Facebook: Colaboração.Space
Instagram: Colab.Space